dinsdag 23 juni 2015

NULA LUX POESIA MEXIÂNICA EM CANTATA GAGA OU MESMO GÁGÁ DO MELHOR QUE HÁ,,,,NEM SOARES TINHA NO TÚNEL SEM LUZ DESTES AZARES......EM TODA A CALVA A LUZ ALVA NOS SEDUZ ,,,,,,NENHUMA LUZ SE APAGA NA SOMBRA DA CARECA MEXIÂNICA ,NENHUMA LUZ SE APAGA NO NEGRO BREU DO ABYSMO DAS PALAVRAS PARVAS ...NENHUMA LUZ TEM PODER PARA APAGAR O NEGRUME UNIVERSAL ....TODO O SOL É EFÉMEROO OCASO DA POESIA MEXIÂNICA DA GRANDE NINHADA DE RATOS ... CASO A PALAVRA COM O NÚMERO NO OCASO DA NEGRA LAVRA QUE SE AGRAVA NESSE TÚMULO EM QUE A REGRA É SANGUÍNEA E MENSAL ...

NENHUMA LUZ SE APAGA NO PODER DA FUSÃO NUCLEAR QUE BRILHA EM SUPERNOVAS NA ESCURIDÃO TEATRAL QUE DEUS NOS DEU ....E BRECHT ARRENDOU A MARX----Nenhuma luz, poderosa o suficiente, se apaga em qualquer escuridão.
[Noia, Citac] fotografia por José Júlio Marx
 

  • 35 people like this MARINHO PINTO.
Inês Marinho pinto de quando em vez talvez ou só duas ou três por mês 
May 17 ·
 
May 17 PROMETE PROMETE ·
Concretização de 6 grandes meses! Venham até à nossa caixa negra  SEM LUX POR FALTA DE CORRENTE QUE AGUENTE AGUENTE smile emo ti con
 

Geen opmerkingen:

Een reactie plaatsen